terça-feira, 15 de setembro de 2009

eco.


Fazes eco em mim. A tua voz, os teus verbos monossilábicos, o teu (des)amor. Tudo faz eco. Acho que para ti consigo ser oca, não precisas pedir muito.

Hoje não há músicas que falem por mim.

9 comentários:

J' disse...

"Há sempre música entre nós."

Beatriz Cró disse...

Tu és a minha música.

matilde disse...

"não se ama alguém que não ouve a mesma canção"

Mara disse...

Gosto da forma como dizes as coisas e gosto da forma, ainda que triste, de como me identifico com as tuas palavras. É dor o que resulta quando nos sentimos ocas e desvalorizadas, quando não há música que nos sirva.

beijinho*

Poppins disse...

É preciso tanto para nem haver uma música que fale o que não conseguimos.

MafaldaMacedo disse...

pior que não haver música que nos vista, é não conseguir silêncio pelos ecos que nos embate.

Purple disse...

São ecos de memorias aqueles que nos enchem e preenchem a cabeça quando mais nada serve de banda sonora.

Beijo

J' disse...

Deixa-te de coisas e acorda pra vida mulher! :P

(toda uma revolta que me deu ~~)

Afonso disse...

Wake up, you need strenght.