quinta-feira, 4 de junho de 2009

agadoisó



Um dia vou ser só chuva. O minha tendência para ser copos de água com sais de fruta vai passar a ser uma mera ilusão aos teus olhos; nem se quer vai haver espaço para dissolver as tuas palavras em forma de aspirina. Os meus ouvidos vão ser duas bocas em formato de furacão e vão devorá-las vorazmente, como se não houvesse amanhã.
É isso: vou ser uma molécula de água, com uma certa queda para a acidez. Vou atrair o teu carácter básico, quase neutro. Não vou ser selvagem contigo: não é que não mereças. Vou lavar o teu corpo e vou chover-te na cara; vou chover-me por dentro e por fora. Pelos lados. Pelos cantos. E vou cair no chão sem fazer barulho, menos que aquele que faço quando não me ouves. Ás vezes, acho que não falo. Acho também que as minhas mãos são duas brancas folhas secas que quando tu agarras fazem aquele ruído rugoso, ríspido, cheio de érres e xis.
Um dia, vou chover no céu da tua boca e no céu dos teus olhos, do teu nariz, dos teus ouvidos. Vais cheirar-me, ouvir-me. Tudo isto, como se não houvesse amanhã. Pergunto-me mesmo se há.

"Há?".

16 comentários:

Wilson disse...

"Um dia, vou chover no céu da tua boca e no céu dos teus olhos, do teu nariz, dos teus ouvidos. Vais cheirar-me, ouvir-me. Tudo isto, como se não houvesse amanhã. Pergunto-me mesmo se há.
"Há?"."

Está brutal! Beijo ;D

Su disse...

excelente este teu texto

jocas maradas

Mara disse...

Li alguns dos teus textos e estou maravilhada. Espero que não te importes que te adicione. Quero continuar a passar por cá ^^


beijinho

MAFALDABAPTISTA disse...

está uma marvailha este texto :)

SaraPereira. disse...

Há, se tu assim o desejares.
É impressionante como só nos ouvem em silêncio (...)

Bianca Nogueira disse...

Maravilhoso!

Beatriz Cró disse...

Sou agádoisésseóquatro, deixa lá.

Mara disse...

Obrigado.^^
A tua escrita é muito especial.

Mara disse...

Miminho lá no meu cantinho ^^

Beatriz Cró disse...

Como o Timon e o Pumba?

P' disse...

Tens um desafio no meu blog (:

Qel disse...

«(...) como se não houvesse amanhã. Pergunto-me mesmo se há.
"Há?"».


A pergunta é a nossa melhor afirmação :) *

Wilson disse...

Ganhaste um prémio :D

Vai ver o meu blog, sff

Beijo ;)

Beatriz Cró disse...

doseemeia.blogspot.com
é o blog novo.

Pssst disse...

gosto tanto dos teus textos.

MafaldaMacedo disse...

(desafio no meu blog)