sexta-feira, 24 de abril de 2009

não digas nada à mamã.


Hoje, acordei em águas de bacalhau. Para não ser diferente, colei 1 cm de base na cara para disfarçar as obras infindáveis que nela se instalaram, mais uns pózinhos de perlim pim pim e uns demais retoques de maquilhagem. Esta sou eu mais artificial, sou eu menos eu e eu mais plástico. Saí pela porta das traseiras em pézinhos de lã. Nas mãos trazia uma mala vazia, densa como as nuvens do céu que choravam raios e trovões; no coração mil e uma pedras para te dar. Tal como não queria, ninguém se apercebeu que a porta se tinha fechado atrás de mim.
A camada de ar que sobrevoa na superfície da terra fresca e molhada pelo orvalho eleva-me para lá só mais um bocadinho. Não me queria deixar ir! Não é que queira continuar aqui a anoitecer e a brindar-te em copos gelados de papel, mas também não quero falar contigo sem que me oiças (se não é o que acontece já).
Um dia vou ser uma boneca de cristal e vou-me partir nas tuas mãos. Sim, é isso que hoje me apetece. Ser mil bonecas de cristal.

10 comentários:

Margarida C' disse...

"Um dia vou ser uma boneca de cristal e vou-me partir nas tuas mãos. Sim, é isso que hoje me apetece. Ser mil bonecas de cristal."

Gostei bastante deste post ;)

Joana.M disse...

O cristal reflecte a luz melhor que qualquer outra coisa... Por isso sim, que sejas uma boneca de cristal. Não quebrarás nem precisas de mãos que te agarrem.

(Pelo sim pelo não, vou andar sempre com um colchão atrás caso te desequilibres. :))

Joana Éme. disse...

Parte-te nas suas mãos mas sem plásticos.

as velas ardem ate ao fim disse...

Um dia vou ser uma boneca de cristal e vou-me partir nas tuas mãos. Sim, é isso que hoje me apetece. Ser mil bonecas de cristal.
Só espero que sim!

(deste me uma grande noticia...A catarina!Claro que podes perguntar o que quiseres.No Velas ou no email:velassalev@gmail.com).

Cpts

disse...

o plástico não é necessário :')
Gostei muito!

P' disse...

Escreves tão bem .

Beatriz Cró disse...

Já me parti.

Tani disse...

não quero falar contigo sem que me oiças (se não é o que acontece já).


Gostei :)

Eli disse...

Adoro a forma como transmites para o texto aquilo que sentes.
[i]"Um dia vou ser uma boneca de cristal e vou-me partir nas tuas mãos. Sim, é isso que hoje me apetece. Ser mil bonecas de cristal."[/i]
E esta frase é prova disso.

as velas ardem ate ao fim disse...

Bom 1º de Maio!

Viva a liberdade

bjo