sexta-feira, 3 de abril de 2009

Galinha dos ovos de oiro.


Às vezes, juro que me apetecia ser uma galinha: ter penas para dar aos depenados que vivem no nudismo, sem coração, sem alma, sem nada.
É triste que ainda hajam pessoas tão débeis que pensem coisas tão obscenas.
Foi o meu desabafo. Cuspi-o!

5 comentários:

Zita disse...

Da próxima, vomita-o.

Joana.M disse...

Adoro-te. Juro que te levo junto ao peito para onde quer que vá.

(L)

ลndreia disse...

É bom partilhar pensamentos e sentimentos desta natureza. É a terapia de choque para o mundo! *

as velas ardem ate ao fim disse...

e fizeste muito bem em cuspir esta verdade.

bjo

disse...

também é bom saber que há alguém que me compreende com o leite de soja (é um vicio):p e pelos vistos não, não és a única "cê".

quanto ao teu post, aposto que te fez bem cuspir este desabafo.
beijinho*